O novo Centro de Saúde da Arruda dos Vinhos começou a funcionar ano e meio depois de concluídas as obras de edificação.

Um atraso criticado pelos autarcas arrudenses, e justificado, pela ARS de Lisboa e Vale do Tejo, com razões de carácter administrativo e de correcção de obra.

O edifício custou 1,2 milhões de euros, e deverá servir um universo populacional calculado em 11 mil habitantes.

 Fonte: http://www.oestediario.com/oestediario/artigos_oh.asp?cod_artigo=179418

Anúncios