A Câmara Municipal de Vila Franca de Xira entregou, no passado dia 8 de Janeiro, o Prémio Literário Alves Redol ao Romance “Ao Redor dos Muros”, da autoria de João Carlos Costa da Cruz, e ao Conto “O Rapaz Que Pinta O Silêncio E Outras Historias”, da autoria de Carlos J. Alves.

A cerimónia teve lugar no auditório do Museu do Neo-Realismo, que juntou familiares dos autores, representantes da Junta de Freguesia de Vila Franca de Xira, e várias personalidades associadas à cultura da região, como o poeta Arquimedes da Silva Santos ou António Mota Redol.

Os vencedores receberam um prémio de 5000 euros, na categoria de Romance, e 2500 euros na categoria de Conto. A Câmara vai ainda dar apoio à publicação das obras através da aquisição de 500 exemplares na categoria de Conto e 350 na categoria de Romance.

Carlos J. Alves, de 38 anos, morador em Arruda dos Vinhos, disse a O MIRANTE que “a inspiração [para os contos] vem de episódios do quotidiano. A obra é um conjunto de textos que têm em comum temas como a paternidade e a miséria humana”.

Já João Carlos Costa da Cruz, de 45 anos, de Cantanhede, explicou a O MIRANTE que a ideia para o romance surgiu “do contacto com os presos na cadeia de Aveiro [onde trabalha]”.

A qualidade dos originais a concurso levou ainda o Júri a atribuir Menções Honrosas a Sandra Sofia Topete Amaro, com o Romance “o Umbigo de Deus” e a Patrícia Maia Noronha, com o Conto “O Brilho Vermelho”.

A presidente da Câmara de Vila Franca de Xira, Maria da Luz Rosinha, destacou a importância deste Prémio Literário, sublinhando que “é um desafio para todos aqueles que escrevem e guardam na gaveta, e é uma forma de dar oportunidade a novos valores”.

Fonte: http://www.omirante.pt/noticia.asp?idEdicao=54&id=35899&idSeccao=422&Action=noticia

Anúncios