Category: Barão de Arruda


Gamboa e Liz (António de)
Foi nomeado Governador Civil deste distrito [Funchal] por decreto de 7 de Dezembro de 1835 e tomou posse a 14 de Maio do ano seguinte. Durante o seu governo, o cargo de chefe do distrito passou a ter a denominação de Administrador Geral, sendo o primeiro que entre nós exerceu estelugar. Em 1838, a Câmara Municipal do Funchal dirigiu uma representação ao governo da metrópole contra a má administração deste governador.

Nasceu em Arruda dos Vinhos a 10 de Janeiro de 1778 e morreu a 26 de Março de 1870.

Fonte: http://pt.scribd.com/doc/68744031/Elucidario-Madeirense-Vol-II

Anúncios

carta_dpedro_barao_arruda

Fonte:  Correio Brazileirense de Julho 1810

barao_arruda

Título criado por D. Maria I, rainha de Portugal por decreto de 17-12-1801, a favor de Bernardo Ramires Esquível, 1º barão de Arruda, 1º visconde de Estremoz * 1723

1.  Bernardo Ramires Esquível, 1º barão de Arruda, 1º visconde de Estremoz

2.  António Ramires Esquível, 2º barão de Arruda, 2º visconde de Estremoz

Fonte: http://www.geneall.net/P/tit_page.php?id=143

No passado dia 5 de Junho deslocou-se à Biblioteca Central de Marinha o Sr. José Maria Moniz da Maia para oferecer à Marinha um livro, da sua autoria que se intitula “Ramires Esquível: II Séculos de Mar e Cinco Gerações de Marinheiros”.

O trabalho em questão é o resultado de um longo período de investigação sobre a vida e a obra dos antepassados do autor, retratando biograficamente as gerações dos Ramires Esquível, das quais fazem parte alguns ilustres oficiais de Marinha.

De salientar que no Museu de Marinha, também doado por esta família, em 1975, estão expostos dois quadros: um do Capitão-de-Mar-e-Guerra, Bernardo Ramires Esquível e o outro do seu filho António, Capitão-de-Fragata da Armada Real.

Fonte: http://www.marinha.pt/extra/revista/ra_nov2002/pag28.html

“O Município de Arruda é um dos mais antigos do país, tendo recebido o seu primeiro foral em 1160 e um novo em 1517, doado por D. Manoel. O seu primeiro Barão foi Bernardo Ramires Esquivel, tendo recebido o baronato a 17/12/1801. O terceiro Barão de Arruda foi Bartolomeu de Gamboa e Liz, que não tinha nenhum grau de parentesco com o primeiro e segundo Barões de Arruda. Nasceu a 10/10/1778 e faleceu a 26/03/1870. Era filho do Capitão-Mor de Arruda, ligado ao Santo Ofício. Foi Par do Reino, por carta de 01/09/1834. Foi ainda Cavalheiro Fidalgo da Casa Real e cavalheiro de Cristo.”

Fonte: http://www.genealogy.com/users/f/i/g/Caetano-Figueiredo/FILE/0003page.html